PREFEITO E SECRETÁRIA MUNICIPAL DA SAÚDE SÃO RECEBIDOS EM AUDIÊNCIA NA SESAB

O Prefeito Jailson Costa, acompanhado da Secretária Jacklene Mirne, participou de uma audiência com o Secretário Estadual de Saúde, Dr. Fábio Vilas Boas, hoje à tarde (06), em Salvador. Na pauta estavam demandas da área da saúde do município, com relação à manutenção das despesas do Hospital Antônio Alves Mascarenhas, em funcionamento no Centro de Saúde Almerinda Silva Lima. O encontro foi agendado pelo Deputado Federal Jorge Solla que também esteve presente.

Segundo informou a Secretária Jacklene, de 2017 até agora as despesas geradas com pagamento de médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, pessoal de apoio e administrativo. Medicamentos e outros insumos, estão sendo pagas exclusivamente com recursos livres e próprios, arrecadados pelo município através do FPM e ICMS, na ordem de R$ 460 mil/mês.

Infelizmente, depois que o prédio foi derrubado em 2016 e, consequentemente, o hospital perdeu a condição de HPP (Hospital de Pequeno Porte), todos os recursos antes faturados dos órgãos de saúde estadual ou federal, deixaram de ser recebidos pelo município. "O que estamos buscando junto ao Secretário, é uma parceria entre o Estado e o Município de Santa Bárbara, para que juntos passem a manter o funcionamento da unidade e que garanta a possibilidade de honrar os compromissos, e continuar a oferecer um atendimento de qualidade para o povo", declarou a secretária, antes mesmo de entrar no local do encontro.

Após audiência, o Prefeito Jailson avaliou que o Secretário foi bastante receptivo e se comprometeu em apoiar o município. “Quero agradecer ao Deputado Jorge Solla por esta audiência e ao Secretário Fábio Vilas Boas, que representando o Governador Rui Costa, foi sensível em concordar com as demandas que apresentamos, e por assumir o compromisso de repassar recursos para o município, e manter o hospital em pleno funcionamento. Daqui saímos com o desafio de cumprir as metas propostas. Com isso teremos um Contrato de Gestão Mista para que o município passe a ter o apoio do Estado na sustentação financeira do hospital, e passe a ter um acompanhamento da SESAB para futura avaliação da sua potencialidade e capacidade técnica da Secretaria da Saúde para aderir à gestão plena, com vista a aumentar o teto financeiro da unidade e ampliar serviços como partos, internamentos, pediatria e psiquiatria. Nós vamos continuar trabalhando muito para que o nosso povo tenha o melhor atendimento hospitalar e manter essa parceria”, finalizou.

ASCOM | Governo de Todos

Compartilhe

Mais Notícias